Animes e MangásNotícia

Conheça os Mangás Vencedores do Shogakukan Manga Awards

A comissão julgadora do 63º Shogakukan Manga Awards anunciou os vencedores deste ano na segunda-feira. Cada título vencedor receberá uma estatueta de bronze e um prêmio de 1 milhão de ienes (cerca de US $ 9.000). O evento acontece desde 1956.

Confira os ganhadores:

Melhor Mangá para crianças:

Age 12 (12-Sai, de Nao Maita, publicado pela Shogakukan)

Sinopse: A história começa com Hanabi, uma menina do sexto ano. Ela lida com questões como testemunhar acidentalmente sua professora beijando e se preocupar em experimentar mudanças fisiológicas antes de seus amigos. O mangá retrata preocupações inocentes de uma menina de 12 anos e o primeiro amor.

Melhor Mangá Shonen:

Dr. Stone (de Riichirou Inagaki e Boichi, publicado pela Shueisha)

Sinopse: Um dia fatídico, toda a humanidade foi petrificada por um flash ofuscante de luz. Depois de vários milênios, o estudante Taiju desperta e se vê perdido em um mundo de estátuas. No entanto, ele não está sozinho! Seu amigo de ciência Senku está na ativa há alguns meses e ele tem um grande plano em mente – dar reinício à civilização com o poder da ciência!

Melhor Mangá Shojo:

Suteki na Kareshi (Where’s My Lovely Sweetheart?) (De Kazune Kawahara, publicado pela Shueisha)

Sinopse:

Nonoka é uma garota que sonha com o amor verdadeiro que aprecia ver casais felizes. Ela deseja que alguém a acompanhe para ver a contagem regressiva de fim de ano, onde os casais se veem felizes e apaixonados. Porém, ela é incapaz de encontrar um namorado.  Ajudada por suas amigas conhece a Naoya, mas ele ao conhecê-la tira com a cara dela dizendo que ela jamais encontrará um namorado…ainda assim Naoya começa a passar tempo e a ajudar Nonoka.

Melhor Mangá Geral:

Hibiki: Shōsetsuka ni Naru Hōhō (De Mitsuharu Yanamoto, publicado pela Shogakukan)

Sinopse:Na história do mangá, um romance manuscrito é enviado para um concurso de novatos, mas não atende às condições e é jogado no lixo. Ainda assim, um editor chamado Hanai pega por acaso e acredita que é um romance revolucionário. O nome do autor é Hibiki Akui, mas não há endereço de contato. Enquanto isso, Hibiki – uma estudante de 15 anos – se junta ao clube literário de sua escola, sem saber que Hanai está tentando localizá-la.

Deixe seu comentário

Tags

Fei Ting

Budista, espírita, católica, pisciana ao avesso, supersticiosa, amante da gastronomia e publicitária por acidente.

Relacionados