Animes e Mangás

Saint Seiya – Afrodite é a Vergonha do Signo de Peixes?

Essa é uma análise feita especialmente para o fandom de Cavaleiros do Zodíaco e também para o pessoal que acha que o Afrodite é a vergonha do signo de peixes. O texto foi escrito pela minha excelentíssima irmã, Ana Carolina, que é fã da obra e também do Afrodite.

 

Uma análise sobre Afrodite de Peixes

Primeiramente, não vou me dar ao trabalho de desmerecer Albafica. É um bom personagem, teve uma luta bonita com um desfecho emocionante, e nada vai mudar isso. Obviamente as circunstancias de Albafica foram extremamente diferentes das enfrentadas por Afrodite ao longo da saga clássica, e será um ponto que vou abordar mais adiante.

Começando: quem, de fato, é Afrodite? Muitas vezes eu leio pelos tópicos sobre um cavaleiro narcisista e egocêntrico que aparentemente divide o nome e a constelação com o cavaleiro de peixes de Kurumada. Isso não existe no mangá. O personagem Afrodite de Peixes de fato traz o nome da deusa da beleza, mas nem por isso seu comportamento reflete o de Misty de Lagarto. Não confundam os personagens. Durante suas participações no clássico, em especial nas 12 casas, Afrodite não menciona uma única vez a própria beleza. Ela é exaltada por terceiros sim, mas em momento algum por ele próprio. Apesar de seus golpes serem visualmente belos, ele jamais faz menções sobre beleza e muito menos idolatra a si por ser considerado o mais belo dos 88 cavaleiros de Atena. No episódio G temos uma visão aprofundada da personalidade do Afrodite, onde ele trabalha com uma beleza que não é a física, mas sim a da força e da vitória. As únicas menções que ele faz sobre “beleza” estão no spin-off, e mesmo assim em momento algum ele trabalha com a beleza narcisa de culto à própria imagem.

Ainda sobre sua personalidade, Afrodite é um personagem que trabalha fortemente questões políticas de poder e dominação. Realmente, seus ideais não são exatamente os esperados de um cavaleiro do seu posto, então, por que a sagrada armadura de peixes segue protegendo ele? Simplesmente por, apesar de ter uma visão errada, Afrodite seguir lutando pela paz e pelo que ele considerava justiça. “A paz tem estado com a gente graças ao mestre Ares.” Isso é uma fala do anime que existe em outras palavras no mangá. A força é a justiça. Atena é uma menina fraca, e não teria poder para manter a paz como fazia Saga. Esse mesmo pensamento era muito parecido com o de Shura e Máscara da Morte, os outros dois cavaleiros aliados a Saga. Mas, especialmente Shura e Afrodite, não podem ser considerados personagens maus por isso, como também já vi ocorrer.

Afrodite é um personagem forte e determinado. Destemido. Não hesita em arriscar sua vida quando Shun mostra sua poderosa tempestade nebulosa. Ele vai até o fim pelo que ele acredita. Ele tem hombridade de reconhecer o erro e jurar lealdade à Atena. Ele volta em Hades para se sujeitar ao mais humilhante dos papeis pelo bem da missão que fazia parte (para quem ainda não entendeu: Kurumada deixou claro que a ação de todos os renegados era mero teatro, e ainda fez menção honrosa à uma missão crucial no castelo de Hades dada a Afrodite e Máscara da Morte). Morre uma vez e não teme morrer de novo. Talvez por culpa, tenham aceitado a humilhação pelo bem da missão e de Atena. No fim das contas, aquilo que chamam de covardia, na verdade é coragem do personagem. É a honra dele, o seu orgulho que ele deixa de lado pelos seus companheiros.

Não pretendo entrar muito na questão de poder, pois o texto já está maior do que eu previa. Mas essa é outra comparação recorrente. Afrodite possui uma vasta gama de técnicas, e mostrou algumas habilidades que passam despercebidas na maioria das vezes:

– As suas três conhecidas rosas;
– A camuflagem, capaz de ocultar por completo sua presença. Apenas uma corrente que atravessa dimensões pode encontra-lo quando usou a técnica contra Shun.
– Uma força física considerável, uma vez que quebrou o poderoso turbilhão que iniciava a tempestade nebulosa puramente na base da força;
– Uma possível capacidade de teletransporte;
– No epG, ainda mostrou a profusão de rosas: combinação de todas as suas técnicas, que pode ser usada ofensiva, defensiva e curativamente.

Fraco ele não é, nunca foi e nunca vai ser. É tão poderoso quanto qualquer dourado, e força jamais deveria ser motivo para falarem que ele “é a vergonha do signo de peixes”. É, na verdade, o cavaleiro com maior potencial assassino dentro das 12 casas. Um inimigo terrível para qualquer um, devido às combinações que suas técnicas oferecem, uma potencializando a outra.

Por fim, Afrodite aparece nas 12 casas como um vilão. Como o assassino de Daidaros, como aliado de Saga, conhecedor da verdade sobre Atena e seu passado. Ele luta, portando, contra todo o protagonismo vindo de Shun e Seiya. (Mesmo assim, considero essa uma das mais justas lutas dentro da saga do Santuário, salvo algumas técnicas que deveriam ser fatais, mas acabam deixando Shun e Seiya vivos, o resultado não foi injusto.) Albafica, por outro lado, é o protagonista. Em uma comparação superficial, Afrodite está para Minos assim como Albafica está para Shun (comparando seus papeis nas lutas, por favor, não a força de nenhum dos personagens). O resultado delas, espero que todos entendam, é profundamente influenciado por isso.

Agradeço aos que leram até aqui. Não quero dizer que Afrodite ou Albafica são melhores ou piores. Apenas estou expondo alguns pontos sobre um personagem muito injustiçado nesse fandon. Ambos são bons representantes do signo de peixes, e com orgulho visto a camisa deles. A luta Albafica x Minos é memorável, e Albafica tem uma história bonita e triste. Afrodite é diferenciado dentro da proposta de cavaleiro de ouro, pensa e age por conta própria, mata e morre pelos seus ideais. Honrados, fortes, temíveis. Ambos são motivo de orgulho para nós, piscianos.

Confiram a análise original no Tumblr de minha irmã: The Zodiac 11 

O que acharam do texto, pessoal? Gostariam de ler outras análises aqui no site? Deixem seus comentários!

Deixe seu comentário

Tags

Relacionados