Videos

Nanatsu No Taizai #126.6 – A Jovem Garota vê um Sonho que não Deveria ter sido Idealizado: Parte 2

HEY!! Nanatsu no Taizai chegando aqui no All Blue! “MAS SEM AVISAR, MATHEUS?!!” É!! COMIGO É ASSIM!! Comigo e com Ana Laura Marcon! A queridíssima que vai escrever os Reviews dessa obra ;)) Ana Laura é figura recorrente no All Blue e confio muito na escrita dela, e é por ela ser tão foda na análise que ela tá aqui no site! Ela é membro da página Tripulação do Chapéu de Palha! Então não deixem de conferir e dar essa força lá também :))

Vakinha Patreon Assinatura La Basura Meta Sônicos The Wolfstorm Instagram

Nanatsu No Taizai #126.6 por Ana Laura Marcon:

EEEEAAAAEEEEE, GALERINHA BONITA!

Primeiro review escrito do mangá, Nanatsu no Taizai, aqui no All Mangá! Antes de começar, vou precisar escrever um pouco do capítulo passado. “Ah, mas por quê?” Porque eu quero. (-NNNN). Brincadeira, pessoal. É simplesmente porque estamos no meio de um flashback, muito importante, em Nanatsu. A história de Diane, a serpente do pecado da inveja, está sendo apresentada para nós. E caralho, que história! O clã dos gigantes é extremamente rigoroso e orgulhoso em relação a tudo. Obviamente isso era esperado, pois, quem acompanha o mangá, sabe que os clãs não vivem em harmonia.

O flashback está sendo divido em dois capítulos (creio que já foi finalizado, mas outros fragmentos poderão ser mostrados ao longo do próximo capítulo). Não irei me aprofundar muito no capítulo 126.5, porque o foco é o 126.6 (e o capítulo anterior teve 38 páginas, então não rola falar sobre tudo. :// ). Basicamente, foi mostrado o treinamento de Matrona, a relação do convívio e atitude dos gigantes perante as guerras, o orgulho deles, primeiro encontro de Diane e Meliodas (de forma mais explicita [estou observando você pensando merda –NNN]), as vagas lembranças que Diane mantém de King, após ter sua memória apagada por ele, e enfim.

BORA COMEÇAR O CAPÍTULO 126.6!? (Legal, vamos lá! ~Dora, lispector aventureira).

“A jovem garota vê um sonho que não deveria ter sido idealizado: Parte 2.” (Pra que um título desses? Versão Brasileira Álamo).

O capítulo começa com Matrona e Diane reunidas com os cavaleiros sagrados de Liones, aparentemente uma guerra iria acontecer entre eles e os selvagens. Os cavaleiros contam com a ajuda delas. Diane “queria star morta” com essa guerrinha, mas ficou animada com a possibilidade de rever Meliodas.

Imagem 1

Matrona percebe a grande calmaria do local e começa a ficar desconfiada, principalmente depois que percebe algumas armas suspeitas no campo. Ela pergunta se havia mesmo algum selvagem, e Gyanon assegura que era um tipo de magia deles, e que a única coisa a se fazer era esperar.

Enquanto Diane está sendo sacaneada por vários cavaleiros, sendo taxada de invejosa, Matrona pede, novamente, a ela que não seja piedosa na batalha, caso contrário, morreria. É notável que Diane ainda sente raiva por Matrona ter permitido Dolores de ir sozinha numa missão, e consequentemente, ter causado a sua morte. A garota, porém, estava muito desligada e despreocupada, não notando que havia alguma coisa errada naquele momento. A intenção de Matrona foi avisá-la, mas acabou levando um corte.

imagem 2

Pássaros começam a se agitar depois de alguns barulhos, alertando um movimento suspeito. Matrona, impaciente, começa a controlar a terra com seus poderes de gigante. Ela acerta uma quantidade enorme de área, mas não acerta nada (só uma árvore, coitada).

♫ "Move bitch, get out the way!" ♪
♫ “Move bitch, get out the way!” ♪

Mais movimentos suspeitos acontecem, mas dessa vez, do outro lado do campo. Matrona pula em direção ao local, parar dar um golpe certeiro. Eis que a merda acontece.

É UMA CILADA!
É UMA CILADA!

UMA ARMADILHA! Matrona afunda na terra, desaparecendo. Diane grita e só nota que havia algo errado porque os cavaleiros sagrados estavam comemorando. Gyanon revela sua magia, Hollow Sound, que foi a causadora dos barulhos suspeitos. Essa guerra, na verdade, era uma armadilha para capturar Matrona, pois um gigante capturado traz diversas honras e glórias, além de evitar um ataque futuro. Já sonhando com a sua nova patente nos cavaleiros sagrados, Gyanon declara o começo do massacre dos gigantes. SÓ QUE NÃO, OTÁRIO!

Ataque do titã, ops, Matrona.
Ataque do titã, ops, Matrona.

MATRONA, LINDA E PODEROSA, APARECE CONTROLANDO A TERRA COMO SE NÃO FOSSE NADA. Surpreendo-me com esses cavaleiros iludidos. Desesperados, eles começam a atirar lanças em Matrona e Diane, para capturá-las. Isso não seria nada para um gigante, apenas usando sua habilidade de tornar o corpo de metal bastaria pra evitar um ataque fatal, porém os cavaleiros estavam um pouco preparados.

Diane usa Haki do armamento? Ah não, pera, mangá errado.
Diane usa Haki do armamento? Ah não, pera, mangá errado.

As lanças estavam embebidas em veneno bestial, veneno usado para matar dragões. Um simples arranhão seria suficiente para causar um dano fatal, mesmo com a pele protegida pelo metal. Matrona sabia disso, e protegeu Diane! OH GOD! O maldito Gyanon continua se gabando, após a lança ter acertado Matrona.

Cale-se, vadia.
Cale-se, vadia.

Cena tensa da Matrona perdendo forças e caindo, pedindo para que Diane sobreviva, lutando e matando sem misericórdia. Ela revela que criou Diane rigidamente para que a mesma pudesse se virar sozinha, e que sempre a considerou como uma irmã mais nova. Novamente, ela pede para que Diane use suas forças para lutar. Os cavaleiros se recuperaram do ataque de Matrona, e pretendiam matar ambas gigantes de vez.

OOOOH MY FUCKING GOD!
OOOOH MY FUCKING GOD!

Matrona usa suas últimas energias e salva Diane, matando a maioria dos cavaleiros. Matrona morre e Diane não consegue fazer nada, apenas chorar. Ela acaba sendo capturada pelos cavaleiros, sendo acusada, injustamente, de ter matado matrona por inveja e os cavaleiros sagrados por loucura, na tentativa de esconder o caso. Diane é levada a Liones, e é sentenciada à morte por decapitação.

imagem 9

 

Meliodas aparece, declarando que por ordens do rei, ela agora pertencia a ele. MOOOORTA.

O capítulo foi ótimo e muito emocionante. Assim como a maioria dos pecados, Diane recebeu a alcunha de Pecado da Inveja por ter uma história mal interpretada, bem como King e Ban.

O capítulo foi ótimo e muito emocionante. Eu admito que não gostava muito da Matrona, mas a personagem conquistou muito o meu respeito depois de tudo.  Ela é o símbolo dos gigantes, um clã que ainda pode ser muito bem explorado.

Eu aposto que o flashback chegou ao fim, mas não me surpreenderia se houvesse mais um capítulo (seria até bom, na verdade, os flashbacks de Nanatsu são ótimos). Agora, basta esperar pelo próximo capítulo. Eu estou louca com toda a relação de Diane ter, novamente, perdido suas memórias (claro, agora foi culpa do escroto do Gowther, mesmo assim estou nervosa). Espero que tenham curtido esse mangá review de Nanatsu no Taizai! :DD

Vakinha Patreon Assinatura La Basura Meta Sônicos The Wolfstorm Instagram

Ana Laura Marcon

11281804_814996165274873_2089780820_n

 

Garota maluca apaixonada por mangás e filmes da Disney. Tem 18 anos e sonha em se tornar engenheira. Seus mangás preferidos são Saint Seiya, One Piece, Yu Yu Hakusho, Fullmetal Alchemist e Nanatsu no Taizai, nessa ordem.

E não esqueçam de visitar a página da qual ela faz parte: Tripulação do Chapéu de Palha ;))

 

Deixe seu comentário

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo