Videos

Paralelos entre a Cidade Branca e Eyam

Uma cidade real dividiu um destino parecido com Flevance, a cidade natal de Trafalgar Law. O texto a seguir não chega a ser uma teoria, mas é bem interessante observar os paralelos e, através do que Oda nos mostrou, imaginar o sofrimento sentido por toda Eyam.

Teoria Time! Lembrando que essa teoria NÃO é minha ou de quaisquer contribuintes do All Blue, ok? Ela é do site One Piece Love, postada por um usuário desconhecido. Apenas traduzindo pro português na mesma mídia (texto) para vocês a aproveitarem da melhor forma ;))  Isto posto, vamos lá!!

Vakinha Patreon Assinatura La Basura Meta Sônicos The Wolfstorm Instagram

Voltando para o passado de Law e o destino de Flevance e seu povo, podemos ver o quão indignante é a natureza do ser humano. Ainda assim, Flevance não foi a única cidade abandonada em One Piece e no nosso mundo real. A cidade que teve o mesmo destino que Flevance, foi Eyam.

Flevance, também conhecida como Cidade Branca, era situada no North Blue, onde Law nasceu. Era conhecida pela exploração de Chumbo.

Flevance_Infobox

 

Sabemos que o governo mundial e a família real descobriram que o chumbo levava ao envenenamento, mas escolheram não informar os cidadãos da sua natureza sombria. Quando o povo descobriu o quão tóxico era o chumbo branco, já era tarde demais para salvar o lugar inteiramente envenenado. Enquanto a família real escapou de maneira egoísta, abandonando seu povo no processo, todos os cidadãos ficaram doentes e morreram. Os países vizinhos, temendo que a doença fosse contagiosa, deixaram a ilha em quarentena. O povo de Flevance, desesperado para fugir do reino, tentou lutar por conta própria, e os países vizinhos, por justa causa, mataram os cidadãos e destruíram o reino.

Amber_Lead_Infobox

 

Eyam é uma vila inglesa no distrito Derbyshire Dales, que fica dentro do Peak District National Park. A vila é conhecida por um surto de peste bubônica que ocorreu em 1665. As únicas diferenças é que os moradores da vila escolheram se isolar do que deixar a infecção se espalhar.

screen-shot-2013-10-23-at-21-24-06

 

Assim como Flevance, a mineração teve uma história contínua no distrito de Eyam. O lugar mais notável era o círculo de pedras conhecido como Wet Withens. Eles recebiam um penny (moeda local) para cada minério da matéria. Por conta do trabalho numa nova mina descoberta no século 18, Eyam prosperou. A mineração continuou século 19 adentro, depois que melhores fontes foram descobertas, e uma mudança foi feita no modo de trabalho e no tratamento de fluorita, um agente infeccioso das fundições.

Goodluck_Mine_-_Adit_-_geograph.org.uk_-_2297145

 

Além disso, havia lá a chamada igreja de  St. Lawrence, que data do século 14, e ainda há evidências de uma outra que pode ser encontrada. Podemos assumir que havia uma igreja em Flevance também.

Eyam_Church_-_geograph.org.uk_-_21749

ch762-1

A história da praga na vila começou em 1665, quando um carregamento de roupas  infestado de pulgas, chegou de Londres. Com uma semana o povo começou a morrer. A doença se espalhou e os cidadãos decidiram ficar em quarentena para prevenir que a doença se espalhasse.

A praga durou mais de 14 meses e matou mais de 260 pessoas segundo estimativas. Somente 83 sobreviveram de uma população com mais ou menos 350 pessoas. Sobreviventes entre os infectados apareceram randomicamente, pois muitos que sobreviveram tiveram contato com os que morreram, mas não pegaram a doença. Por exemplo: Elizabeth Hancock não foi infectada apesar de ter enterrado 6 crianças e seu marido em 8 dias. O coveiro da vila, Marshall Howe, também sobreviveu apesar de ter enterrado vários corpos infectados.

FIM

Vakinha Patreon Assinatura La Basura Meta Sônicos The Wolfstorm Instagram

Muito interessante ler sobre um paralelo tão próximo. Segundo o cara que escreveu, em Eyam sobreviveram 83 pessoas! Pelo que sabemos em Flevance, só o Law sobreviveu, mas vai que existem mais sobreviventes por aí?

O surto não chegou a ser por causa da fluorita, que paralelamente seria o chumbo branco da vida real, e sim por pulgas. Mas não dá pra negar que um surto epidêmico matou várias pessoas numa cidade que tinha como seu forte a mineração.

Espero que tenham gostado! Quinta-feira tem mais!

Deixe seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo