Animes e MangásSpoiler

SPOILERS Kimetsu no Yaiba #188

EAE, GALERA DO ALL BLUE!

Aqui quem vos escreve é a Ana Laura Marcon (não, não é o Matheus!), e estou responsável por trazer esse quadro para completar a grade semanal tão querida do All Blue: SPOILERS! Pegue um lanche, sente-se e vamos ao que interessa!

SPOILERS DO CAPÍTULO 188 – Doloroso Amor

A capa é Obanai em uma gaiola;

Num momento, Muzan ataca de todas as direções com seus tentáculos.

Gyomei: “Ele acelerou de novo! Estou sendo empurrado para trás! Não consigo sentir uma única lacuna. ”
Obanai: “Eu não posso nem defender Himejima-san! Eu imediatamente paro! Merda!”
Mitsuri:“ Eu serei a primeira a ser quebrada! Eu não tenho ajudado nem um pouco! Eu tenho que colocar minha vida em risco. Nem sei se consigo parar Muzan!”

Os ataques cortantes de Muzan perseguem Mitsuri enquanto ela se esquiva. Nesse momento, Mitsuri é atacada pela sensação de ser sugada e sua testa, ombro esquerdo e bochecha esquerda são cortados. Obanai corre instantaneamente em seu auxílio. Gyomei, Giyu e Sanemi são incapazes de atacar Muzan, que parece completamente indiferente. Obanai diz a um caçador para encontrar Yushiro, para que ele possa ajudar Mitsuri.

Mitsuri: “Espera! Eu ainda posso lutar. Não vou te segurar dessa vez!”
Obanai: “Pare. Você já fez o suficiente.”

Ele deixa Mitsuri com o matador de demônios e corre em direção a Muzan. Mitsuri vai detê-lo, mas ela é fraca demais para suportar.

Mitsuri: “Iguro-san! Não! Por favor, não morra! ”

Enquanto Obanai corre, o curativo que cobre sua boca se desfaz. Sua boca, aberta até as bordas do rosto, está exposta, mas ele não se importa.

Obanai: “Se ao menos pudéssemos nos encontrar em circunstâncias mais pacíficas”

O Obanai nasceu numa família vaidosa e miserável, que vivia roubando ouro e terras de outras pessoas. Somente mulheres nasceram de sua família. E então, pela primeira vez em 370 anos, um homem nasceu. Quando o garoto nasceu, ele foi mantido em uma gaiola desde o momento do nascimento até os doze anos, quando foi libertado e apresentado a uma mulher com a parte inferior do corpo igual a de uma cobra. Inicialmente, ele deveria ser o sacrífico  dela quando era um bebê, mas como era homem e tinha olhos estranhos, ele foi mantido vivo até poder crescer e se tornar uma refeição maior.

Ela disse que faria a boca dele ficar igual a que ela tinha, para combinar com a dela. Obanai não pensou em nada além de sua sobrevivência e, usando um gancho de cabelo que roubara, esculpiu as ripas de madeira de sua gaiola. Enquanto fazia isso, ele veio conhecer Kaburamaru, a única coisa viva em que ele confiava. Quando ele escapou, a mulher cobra começou a persegui-lo, mas Rengoku apareceu e o salvou dela. Depois disso, Obanai foi ver seu primo, mas o mesmo lhe disse: “Por sua causa, todo mundo vai morrer! Você deveria ter deixando ela te comer!”. Isso rasgou o seu coração. “Nasci em uma família lixo. E eu também sou lixo.” Seus pensamentos inquietos se voltaram contra os demônios. Ele detestava os demônios com todo seu ser.

No presente, enquanto ele corre, Obanai se lembra de quando conheceu Mitsuri. Ele pensava em Mitsuri, como quando a viu em meio a pétalas caindo. Ela usava um quimono. O sorriso dela, tão profundamente desabrochado, parecia que poderia se espalhar ao vento.

Obanai: “Quero derrotar Muzan e depois morrer. Rezo para que meu sangue impuro seja de alguma forma purificado. Eu quero renascer em um mundo pacífico, sem demônios. E então, da próxima vez, poderei dizer que eu te amo.”

É isso aí, galera! Deixem seus comentários e suas opiniões sobre o quadro e sobre o capítulo! Até a próxima semana com mais Spoilers!

Deixe seu comentário

Tags

Ana Laura Marcon

Estudante de Medicina Veterinária na UFRGS, escritora dos spoilers semanais e criadora de conteúdo por diversão. Amante de mangás, principalmente Saint Seiya, One Piece, Boku no Hero Academia, Haikyuu e The Promised Neverland. #AllBlue400K

Relacionados