Videos

Tokyo Ghoul: RE #33 – Abraçando Livros

Vakinha Patreon Assinatura La Basura Meta Sônicos The Wolfstorm Instagram

Tokyo Ghoul: RE #33 por Daniel Alcântara:

Fala galera, review de Tokyo Ghoul:RE chegando mais uma vez aqui no All Blue, simbora:

CAPÍTULO  33 : ABRAÇANDO LIVROS

Não direi nada, apenas saquem essa referência: Capa do capítulo 33 de TG e do 33 do :RE

Reparem na evolução do traço, um ar de seriedade absurdo se comparado com o começo do mangá, nem vou entrar no mérito de estarem dois dos meus personagens preferidos presentes.
Reparem na evolução do traço, um ar de seriedade absurdo se comparado com o começo do mangá, nem vou entrar no mérito de estarem dois dos meus personagens preferidos presentes.

O capítulo começa com Mirumo, pai de Tsukiyama, sendo informado que nosso querido Shuu não está conseguindo controlar sua Kagune e que não consegue controlar seu apetite, seja por humanos ou ghouls. De cara já nos é revelado que a família Tsukiyama tem a tradição de realizar casamentos consangüíneos (ou seja, casamentos entre parentes), o que pode ter gerado uma anomalia genética na família, onde suas células RC são mais vulneráveis. Mirumo pensa que seria realmente mais fácil se ele pudesse tornar logo um Kakuja, mas diz que baseado no histórico familiar isso seria impossível.

Quebraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaar
Quebraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaar

Depois desse grito bizaro de Mirumo, Kanae aparece no quarto e questiona o que ele pode fazer para ajudar Shuu a sair desse estado, o que fazer para preencher o pobre coração de Tsukiyama?

Agora estamos em uma reunião da CCG, onde é debatido sobre um ghoul relacionado a família Rosewald (família de Kanae), eles espõem os danos causados as quinques que enfrentaram esse ghoul e as fotos de quinques afetadas pela Kagune dos Rosewalds na Alemanha. Washuu questiona que apesar de serem parecidas não são nem de longe idênticas       , mas estão relacionadas por sangue em seguida questiona a Haise sobre a semelhança e as chances de serem parentes próximos. Haise da uma aula de biologia e chega a conclusão de que pode ser um ghoul canibal.

E caramba, esse capítulo está nos mostrando vários ângulos da história, nesse momento estamos em um dos esconderijos da Aogiri

img3

De cara Tatara já nos revela que agora Haise é o chefe da prisão, Cochlea, e que agora a segurança aumento de forma considerável e não será possível invadi-la uma segunda vez. Ao que parece Ayato estava pedindo que a Aogiri invadisse Cochlea para resgatar Hinami.Tatara já da uma na cara de Ayato e diz que sua opinião não conta e que eles não vão e pronto, toma essa coelho. Takizawa começa a debochar sobre o fato de ghouls querendo salvar uns aos outros, parece que ele despreza ambos os lados (humanos e ghouls) e Ayato como bom cabeça de fósforo já perde a cabeça e começa a falar que pra começar ela só foi lá para parar ele …

“Ela foi .. para salvar o Sasaki.” Cutucou com gosto agora em.
“Ela foi .. para salvar o Sasaki.” Cutucou com gosto agora em.

Ayato já perde a razão e quer ir pra cima de Takizawa, mas é detido por Tatara que já da outra na cabeça dele “Os que agiram independentemente foram você e Fueguchi.” E diz que basta substitui-la, Ayato questiona se todos aqueles que se sacrificaram pela Aogiri não passam de peças substituíveis para ele, e Tatara simplesmente diz concorda e o questiona se sua covardia vem de Shachi, então quer dizer que Ayato teve contato com Shachi? Interessante.

Temos um mini-flashback de Ayato do momento em que ele conhece Hinami, e de longe Etoo e Noro o observando e ironizando “Isso é tristeza.(Que surpresa)”.

Agora estamos em Cochlea, Haise está indo interrogar Hinami e PORRA ISHIDA, só porque no review do capítulo 31 eu citei que o cabelo de Haise estava quase completamente branco, agora ele está praticamente todo preto, me ajuda ai Ishida-senpai. Ele trás livros para Hinami que agrace “Irmão mais velho.” Essa frase parece afetar Haise. O interrogatório termina e ela diz novamente a frase irmão mais velho e Haise rebate se ela acha mesmo que ele é seu irmão mais velho e explica que não importa quanto tente não pode se tornar o Kaneki, Hinami surpreendentemente concorda e diz que Sasaki é simplesmente Sasaki e explica que está confusa, ao mesmo tempo em que coisas como suas memórias e personalidades sejam diferentes, em certos aspectos ele é exatamente como seu irmão mais velho.

“Eu acho que muitas pessoas se sentem da mesma forma, porque todos amavam meu irmão mais velho.”
“Eu acho que muitas pessoas se sentem da mesma forma, porque todos amavam meu irmão mais velho.”

Haise se vê mais uma vez em um conflito interno, mesmo Hinami sendo um ghoul ele quer acreditar que ela é uma criatura boa mas ao mesmo tempo uma parte dele sente receio, ele quer salvá-la e se questiona do por que ele está ajudando um ghoul? E porque uma pessoa tão doce tem que passar por tudo isso.

Eis que aparece um novo personagem, “Cicatriz” é como o chamam. Kijima, Investigador de Classe Especial Associado. Ele diz que Haise tem uma relação bem próxima com ghouls, ao ponto de ser afetuoso e também revela que irá trabalhar junto de Haise no caso Rose e assim o capítulo chega ao seu fim.

Não posso dizer o quanto estou ansioso para ver esse desfecho envolvendo o Tsukiyama Shuu, o autor está dando muito enfoque no seu plot nos últimos capítulos, alimentando cada vez mais nossa curiosidade. Também quero muito ver como vai ser o desenrolar dessa relação Haise/Hinami e o que ambos vão fazer a respeito de Kaneki, o capítulo abriu as alas para um novo “”arco””, o caso ROSE que ao que tudo indica vai ser onde teremos O TÃO ACLAMADO ENCONTRO: HAISE E SHUU, brace yourselves, the shipp is coming.

Vakinha Patreon Assinatura La Basura Meta Sônicos The Wolfstorm Instagram

Daniel Alcântara

11297732_762711853841693_295307969_n

Jovem estudante de direito, apaixonado por psicologia. Ama ler qualquer tipo de material e acha que não tem sensação melhor do que ver algo saindo do papel para tomar vida na TV.

Deixe seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo