Videos

Toriko #331 – Máscaras Estranhas

Review do Capítulo #331 por Rhafael Baes:

Vakinha Patreon Assinatura La Basura Meta Sônicos The Wolfstorm Instagram

Review – Capítulo 331: Máscaras Estranhas

E ai, galera. Tudo bem?
O capítulo dessa semana foi bem tensinho, mostrando uma trama bem pesadinha pra esse arco. E finalmente tivemos as explicações das máscaras estranhas. Então, bora lá!

O capítulo começa com Komatsu e Chako, ainda do lado de fora durante a noite. Chako tinha esquecido sua mochila com os autógrafos de seus chefs preferidos, e voltou pra pegá-los. Segundo o garoto esses autógrafos são seus tesouros.
Após isso, Chako leva Komatsu para sua casa, que fica em uma espécie de favela de Blue Grill.

1

É um lugar bem sujo, com casas acabadas e pessoas jogadas no chão, lixo jogado por aí. Mas o que mais incomoda Komatsu são as máscaras estranhas que algumas pessoas estão usando.
Chako leva Komatsu para sua casa, que fica dentro de um cano gigante. Komatsu é “convidado” pra passar a noite ali, já que ele não tem um Urchive (talismã) para se proteger dos espíritos. Só que o “convite” foi feito por um dos mascarados, então Komatsu suspeitou e até se assustou um pouco.

2

Chako diz que aquele homem está sempre ali, Komatsu diz que achou ele meio assustador, mas eles não falam mais disso.
Komatsu pergunta sobre a família de Chako, e descobre que o garoto mora sozinho. Ele tem uma mãe, mas ela é uma chef que trabalha fora em algum tipo de projeto do país. Chako parece bem entusiasmado sobre isso, dizendo que quer participar desse mesmo projeto algum dia.
Na hora que eu li eu já vi que tem merda por trás disso. Um “projeto enorme”? Não consegui deixar de pensar em escravos. Sempre tem algo por trás de uma civilização tão perfeitinha.

Uma sequência de cenas de convivência entre Chako e Komatsu é mostrada agora. Komatsu se oferece para fazer o jantar, e acaba notando as condições pobres da cozinha e dos utensílios da casa do garoto. Komatsu também ensina Chako a agradecer pelos ingredientes antes de comer (ITADAKIMASU!) e externa sua admiração por Toriko, o “maior Bishokuya do mundo”.

3

Chako e Komatsu compartilham algumas receitas, Chako mostra sua coleção de autógrafos e até recusa um do chef humano USHAUHUAHSUAHSU Pobre Komatsu.
Enquanto Chako está dormindo, Komatsu fica meio preocupado ao “ouvir” que Chako tem pesadelos com sua mãe. Eu interpretei assim, pelo menos, já que o garoto murmura “mãe” enquanto dorme.

A cena corta para uma casa pequena onde Chin, Chiyo, Kuribou e Tack estão comendo e conversando.
Chiyo pergunta para Tack sobre a “Troca de Almas” que ela tem ouvido falar recentemente, se isso realmente é verdade.
Tack finalmente revela uma coisa que muitos (ou pelo menos eu) querem saber faz tempo: a Tribo Goro. Aparentemente a tribo de Tack é capaz de invocar Espíritos de Comida, já que são os últimos descendentes dos Shamans Gourmet. Curti bastante isso. Nunca tinha pensado em um lance de shamanismo nesse mangá.

4

Tack confirma a existência dessa “Troca de Almas”, e Chin resume a situação já conversada para os leitores.
“Em outras palavras… Dentro dos corpos de Love e Rala estão outras almas. E por alguma razão eles precisam usar essas máscaras suspeitas…”

5

Tack explica que no Mundo dos Espíritos não tem luz. Portanto, as almas precisam usar máscaras nos corpos que habitam para que consigam viver fora da escuridão.
Kuribou pergunta sobre o tal “projeto”. O que é isso que os leva ao ponto de comercializar almas? Tack revela que é uma tentativa de descobrir novos gostos, e para que ANOTHER seja obtido eles precisam participar do projeto. Apenas se conseguirem vencer a competição contra os chefs de 10 conchas…

Como eu disse anteriormente: tem merda rolando no país. E é mais pesado que escravidão. Os caras estão vendendo seus habitantes para Espíritos da Comida. Isso explica o que Jiji disse no capítulo anterior, quando falou que a prosperidade do país se deve tanto aos espíritos bons como os maus. Mas porra, vender almas/corpos é pesado. Será que os participantes do projeto são voluntários? Sei lá.

De volta à casa de Chako, o velho sinistro está de pé observando Komatsu dormir. Então ele chega perto, se ajoelha com seu rosto em cima do rosto de Komatsu e….

6

Bizarro. Muito bizarro. Será assim a possessão dos Espíritos? O velho era um corpo inútil e o espírito queria trocar pro corpo do Komatsu? Esse lance ainda é bem confuso pra mim, mas vamos ver durante o arco.
Komatsu acorda, aparentemente antes que o velho consiga “se vomitar” inteiro, e percebe que Chako sumiu. Ele sai correndo da casa e pergunta pro velho se ele viu o garoto.
“Ele foi pego para o projeto… Assim como sua mãe, Chako teve sua alma vendida…”

7

E sem Komatsu entender mais nada, a cena é cortada.

Centro de Blue Grill – Grill Stadium.
A competição vai começar.

8

E com esse cliffhanger do sumiço do Chako e do início da competição, o capítulo acaba.
Rala e Love realmente foram possuídos, e Tack provavelmente só se salvou por ser um Shaman. E aí, o que vocês acham que vai acontecer?
Não deixem de comentar, e até o próximo capítulo!

Vakinha Patreon Assinatura La Basura Meta Sônicos The Wolfstorm Instagram

Rhafael Baes

11751052_814548295309315_1790840114_n

Fã de séries, mangás, livros, filmes e estudante de Direito nas horas vagas. Adora história, super-heróis e livros de fantasia, tendo o sonho de escrever um livro seu algum dia. Ainda tem esperanças de poder “surfar” numa Hoverboard de De Volta Para o Futuro.

Deixe seu comentário

Tags

Relacionados

Confira Também

Close