Videos

Toriko #332 – A Situação de Chako

Review do Capítulo #332 por Rhafael Baes:

Vakinha Patreon Assinatura La Basura Meta Sônicos The Wolfstorm Instagram

Review – Capítulo 332: A situação de Chako.

E aí, gente? Tranquilos? Bora pra mais um review.

O capítulo 332 começou no andar subterrâneo do Grill Stadium, local onde vai rolar a competição entre os chefs do Mundo Humano contra os chefs de Blue Grill. A primeira cena é justamente na sala de descanso dos 5 chefs de 10 Conchas de Blue Grill.
Asarudy, que está sem sua máscara, pega alguns livros na estante e começa a ler. Aparentemente a visão dos espíritos de comida é bem desenvolvida, já que o chefs leu dois livros inteiros ao mesmo tempo em questão de segundos. Inclusive tivemos um zoom nos olhos dele, que são meio vazios. Bem estilo possessão mesmo.

A MangaStream colocou Asarudy como mulher, mas mesmo na wiki ele é referido como “he”, então vou tratar como homem até que tenha uma confirmação.

1

De repente, Condor Window abre a porta e entra animado, dizendo que o estádio está lotado e que até os ST10 estão presentes, coisa que não acontecia há séculos. Maymay briga com ele, o mandando fechar a porta, pois está muito claro. Condor ignora, e May briga de novo, dizendo que essa é a 23.652ª vez que ele deixa a porta aberta.
“Na próxima vez que você dizer isso eu vou te enfiar no meu pote de pimenta.”
Apesar de serem espíritos possuindo corpos eles tem uma relação igual à dos humanos AUHAUHSAUHSAU

A cena continua a mostrar a relação entre os 5 chefs. Aparentemente todos têm milhares de anos de idade, e durante todo esse tempo Condor sempre foi o mais imaturo.
Condor tenta falar com Asarudy, mas nota que ele está chorando em quanto dorme. Picnic Bomber então diz que na verdade ele está lendo, e está totalmente imerso no livro.
Juntando essa fala com a cena anterior, de Asarudy lendo o livro inteiro, eu passei a acreditar que os espíritos conseguem “absorver” todo o conteúdo pra “ler” depois. Como se eles fizessem um download da história do livro em suas cabeças e pudessem consumir esse “arquivo” sem precisar do livro físico. Não acho que vá ser relevante, mas é legal AUSHUAHSAUH

2

Asarudy está lendo um livro chamado Marilyn’s Pot (A Panela de Marilyn), um livro de mais de 500 páginas escrito por Malisman.
Pra quem não se lembra, Malisman é a mestra literária que faz parte dos 4 Tesouros Gourmet e do Biótipo 0. Sua última aparição foi ao lado do Bishokuya Sakura, quando eles foram atrás de ATOM na Área 3. Provavelmente seu destino só será revelado quando o foco do mangá for pro Coco, que foi pra Área 3, mas eu gosto quando os personagens mais fodas tem sua fama mundial citada. Não somos só nós, os leitores, que conhecemos esses caras.

Também falam que quem trouxe esse livro para Blue Grill foi um jovem do Mundo Humano, 216 anos atrás. Aparece uma imagem do “jovem”, e é o próprio Ichiryuu AUSHAUHSAUHSUAH
Um Ichiryuu que já não era nada jovem, aliás. Já tinha a aparência do início do mangá.
Os chefs comentam sobre a força do Bishokuya, dizendo que ele é a única pessoa que eles conheceram que era mais forte que o Don (provavelmente estão falando do Don Slime).

3

Condor se pergunta se todos os chefs do Mundo Humano que Jiji trouxe estão no nível de Ichiryuu. “Nós devemos esperar grandes coisas deles, não é?”
Asarudy manda Condor calar a boca, e diz que foi ele quem chamou o ST10.
A cena continua com uma briguinha entre Condor e Asarudy, com Asarudy ameaçando matar o colega, que diz que só vai voltar à vida de novo e de novo. Picnic diz que o segundo livro que Asarudy estava lendo é horrível, e Maymay diz que o contraste de qualidade entre esses dois livros pode ter sido o que levou Asarudy a chorar (lol).
Um outro carinha entra na sala e diz que em breve chegará a hora dos chefs se apresentarem.

A cena corta para a arena do Grill Stadium. O apresentador faz aquelas coisas de apresentador, exaltando a plateia, dizendo para todos prepararem suas tigelas de arroz (que pra eles deve ser tipo pipoca hue) etc.

Jiji explica pros humanos o que são o ST10. Eles são Spiritual Tasters (Degustadores Espirituais), especialistas tanto em culinária humana quando em culinária espiritual. O ST10, que equivale ao Gourmet 7 humano, serão os juízes da competição.
É revelado também que Don Slime é o rei de Blue Grill!
Mesmo que nem todos os habitantes possam vê-lo, ele é o símbolo e pessoa mais importante dessa civilização. A competição vai rolar principalmente porque ele é quem quer ver as habilidades dos chefs humanos.

4

Jiji pergunta quem serão os representantes dos humanos. Como Komatsu está sumido e Chiyo e Chin foram procura-lo, os escolhidos foram Yuda, Chiru, Nono, Damala Sky e Wabutora.
Meio vacilo a Nono entrar aí e Chiyo não. Porra, Chiyo era top 5, já venceu o Festival e tudo mais. Nono é só uma assistente. Mas bem, a vida segue.

De volta à favela, o velho continua explicando para Komatsu sobre o “comércio de almas”. As almas consideradas inferiores e defeituosas são trocadas por almas melhores.
Os ancestrais da civilização foram escravos dos Nitros, e assim como os habitantes da vila do Branchi eles tiverem células Gourmet injetadas em seus corpos. Os descendentes dos escravos herdaram as características de seus ancestrais em seus genes, algumas boas e algumas ruins.

As “características ruins”, aqueles que não eram compatíveis com as células Gourmet, corresponderam a 10% da população, os habitantes das favelas. Considerados aleijados, a civilização simplesmente troca eles por almas melhores.

5
O tal “projeto” da civilização ocorre a cada 6 meses. Os habitantes das favelas passam por uma série de exames e, caso tenham alguma deficiência, tem sua alma trocada por uma melhor. A mãe de Chako nasceu com problemas de visão e ficava cada vez mais cega. Chako nunca soube disso, mas 6 meses atrás ela foi pega pelo “projeto”.
O velho também diz que Chako ficaria bem se não tivesse nenhuma deficiência, mas ele seu olfato e seu paladar são problemáticos.
Eu não tinha falado isso no review anterior porque não achei que seria importante, mas no cap 331 tem uma cena de Chako comendo os pratos de Komatsu e achando o gosto ruim. Komatsu se lembra dessa cena, e também de Chako dizendo que o banheiro está fedendo muito, o que comprova a deficiência de Chako em sentir gostos e cheiros.

Bem pesado esse lance de troca de almas, e a cada capítulo a merda continua crescendo. Mas eu gosto de ver esse tipo de tema em mangás Shounen. Recentemente tivemos algo parecido em One Piece, com a “escuridão de Dressrosa”. Um negócio bem macabro que serve como máscara para uma civilização aparentemente perfeita.

6

Komatsu pergunta para o velho onde Chako está, em qual local ocorre o “projeto”. O velho diz que o garoto foi levado para o topo da Montanha Concha, a Cozinha Eterna. Lá está toda a verdade sobre a escuridão de Blue Grill.
Komatsu então recebe uma ligação e finalmente fica sabendo sobre a competição do Grill Stadium.

7

De volta ao Grill Stadium, todos os 10 chefs entram no ringue. Obviamente os 5 chefs de 10 Conchas conquistaram os gritos e comemorações de todos os habitantes do país, o que deixou Nono assustada. Chiru até comenta que, do ponto de vista de Blue Grill, os humanos são os “caras maus”.
Damala diz que não existe motivo para preocupação, já que todos eles também são chefs de 10 estrelas.

E o capítulo se encerra com o misterioso Rei de Blue Grill rindo.

8

Foi um bom capítulo, apesar de eu ter esperado um pouco mais de desenvolvimento na trama dos 3 sobreviventes de 2 anos atrás. Isso deve ser mostrado mais pra frente, porém.
E vocês? Gostaram? Então bora discutir e até semana que vem!

Vakinha Patreon Assinatura La Basura Meta Sônicos The Wolfstorm Instagram

Rhafael Baes

11751052_814548295309315_1790840114_n

Fã de séries, mangás, livros, filmes e estudante de Direito nas horas vagas. Adora história, super-heróis e livros de fantasia, tendo o sonho de escrever um livro seu algum dia. Ainda tem esperanças de poder “surfar” numa Hoverboard de De Volta Para o Futuro.

Deixe seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo