Videos

Toriko #334 – Yuda do 1 Milímetro!

Review – Capítulo 334: Yuda do 1 Milímetro!

Vakinha Patreon Assinatura La Basura Meta Sônicos The Wolfstorm Instagram

CAPÍTULO FODA!
Tudo bem com vocês? AUHSAUHSUAHSUAHS
O código de conduta das pessoas educadas normalmente me obrigaria a cumprimentar os queridos leitores do All Blue antes de falar qualquer coisa sobre o capítulo, mas esse foi um capítulo REALMENTE FODA!
Antes de começar eu só queria pedir mais uma vez que os leitores de One Piece acessem meu blog (https://cipherpol1piece.wordpress.com/) pra dar uma ajudinha e tal o/

No mais, gogo CAPÍTULO 334!

Após o inesperado Knocking de Yuda no fim do capítulo anterior, o povo do Grill Stadium ainda está surpreso. Inclusive o narrador, que tá todo “Caraaaalho, mas esse aí é fodão!”
O narrador fala mais sobre o incrível talento desse chef humano e anuncia seu Menu Completo.

1

Condor Window fica surpreso e zoa Yuda pelos baixos níveis de captura dos pratos do chef. Confesso que a princípio isso me surpreendeu também, mas Yuda é um chef medicinal, faz sentido que os pratos dele sejam mais “úteis” do que “raros”.

Yuda mesmo responde os comentários de seu adversário dizendo que nível de captura é irrelevante. O que faz um menu bom é a importância que a pessoa dá para ele. O chef diz que já teve um parceiro Bishokuya, e que seu menu está repleto dos sonhos e sentimentos de seu parceiro, sendo um menu invencível.
Condor meio que taca o foda-se, mas a conversa é interrompida pelo Caranguejo Caixão, que corta a “bolha” ao meio. Cada parte da bolha cai em cima de uma ponta da Cozinha Gangorra. A gangorra fica bem acima do Fogão das Almas, sendo que o lado mais pesado cairá nas chamas. Ou seja, é um duelo de velocidade.

2

Do nada as chamas começam a ficar mais quentes. As novas chamas aumentadas engolem um dos juízes que estava ali perto, sugando toda sua vitalidade.
Caralho, os espíritos das chamas simplesmente sugam a alma de quem cai no fogo. Sem jeito nenhum de sobreviver. O cozinheiro mais rápido se livra do peso antes, garantindo sua sobrevivência. O mais lento…

3

Condor Window utiliza novamente a técnica do líquido esquisito do capítulo anterior, a Warp Zone. Os chefs humanos ficam curiosos sobre essa técnica, e Damala Sky analisa aquilo com aquele olho robótico esquisito dele. Se não me engano é a primeira vez que ele usa esse olho, mas ainda nem falaram direito como isso funciona, então ainda não dá pra falar muito disso.
O narrador fala sobre o Leafish pro público, dando as informações do ST10, e explica que a bolha é um espaço de gravidade múltipla que recria o ambiente natural do peixe. A bolha exige um puta sendo de equilíbrio de quem quer que esteja lá dentro.
O narrador chega a comparar aquele espaço com uma máquina de lavar em constante rotação. Porra, pensa cozinhas dentro de uma máquina de lavar? ASHAUHSAUHSUAH

4

O mangá nos mostra o pensamento de Yuda, que está analisando o ingrediente. Ele chega à conclusão de que o peixe não pode ser preparado fora da bolha, e que suas escamas são uma espécie de erva medicinal que ajuda na manutenção do frescor da carne. As infoboxes do mangá até falam que Yuda é um gênio e tem experiência com preparação de ingredientes difíceis de serem cozinhados, e que por isso ele não teve muita dificuldade em descobrir como preparar o Leafish.
O pensamento de Yuda é interrompido por uma súbita queda de seu lado da gangorra. Condor Window, que está trabalhando numa velocidade inigualável, já preparou metade do peixe e ganhou uma vantagem absurda.

Nesse momento rola uma cena putamente FODA do Yuda!
Ele tá com uma cara de preocupado pensando “Caralho, que velocidade foda! É totalmente impossível!”
Seu olhar muda, ele fica com uma cara de um putão determinado e termina “… é isso que você achou que eu pensaria?”

5

DEUS!
Yuda pra presidente, porra!
Segundo melhor chef. Só perde pro Branch mesmo, porque Branch é Branch.

Yuda diz que já passou por inúmeras situações como essa, e que perdeu a habilidade de ser surpreendido. A última surpresa que teve no mundo da culinária foi quando Komatsu descobriu como preparar o Mochi medicinal de uma maneira mais rápida. “Aquele garoto é um gênio!”

Yuda continua calmo ao se aproximar das chamas espirituais, e é zoado pelo Condor Window. Yuda usa a técnica Isshoku Dougen: Vigor Up! pra melhorar seu físico ao mesmo tempo em que os insultos de Condor desperam algumas memórias.

6

No passado, Yuda era um aprendiz de chef chamado de gênio. Seu mestre, porém, se recusava a lhe passar o cargo de dono do restaurante porque faltava algo nele. O mestre se recusava a dizer o que é que faltava, e mandou Yuda viajar até que descobrisse por conta própria.
Em sua jornada o chef encontra um garoto sofrendo para lutar contra um Gado Medicinal. Yuda rapidamente salva o garoto, dizendo que aquele animal não era uma presa forte. O garoto, porém, cai doente no chão. Yuda descobre que uma praga estava contaminando todos na vila do garoto, e se oferece para fazer o remédio.

Segundo Yuda, aquela era uma doença forte, mas um chef medicinal como ele conseguiria fazer a cura. O efeito foi imediato para todos aqueles que tomaram o remédio, mas as crianças se recusaram a toma-lo pelo gosto horrível que a cura tinha.
A única criança que tomou o remédio foi Zen, o garoto que Yuda salvou. Zen disse que sempre sonhou em ser um Bishokuya, e já tinha até criado seu Menu Completo. Era um menu invencível, capaz de curar todas as doenças. Zen pede para Yuda se tornar seu parceiro, já que a fraqueza do menu invencível era seu gosto horrível. Yuda tem as habilidades para os ingredientes ficarem gostosos, então seria a dupla perfeita. E então, Zen começa a tossir sangue e cai de joelhos.

Após a morte de Zen, Yuda se culpa por um erro que cometeu. Na preparação do remédio para a doença, existia uma pequena diferença entre os cortes na dose para adultos e na dose para crianças. Uma diferença de apenas 1 milímetro. Caralho, esse foi um puta aprofundamento do personagem. Adorei, sério. Vou deixar pra falar mais no fim do flashback, mas caralho, foi muito foda.

7

O mestre de Yuda diz que “aquilo que faltava” no chef era conhecer o fracasso. Um gênio como Yuda, que nunca falhou em nada, poderia acabar se tornando excessivamente confiante. Confiança exagerada gera negligência, e 1 milímetro de negligência na culinária medicinal pode ser fatal.

Essa pequena falha na “carreira” de Yuda mudou toda sua vida. Ele tomou para si o menu invencível de Zen e o modificou para que o gosto ficasse bom. Dessa forma Yuda entrou pra a história do Mundo Gourmet como o primeiro chef a criar um menu medicinal com gosto bom.
“Desde aquele erro em sua juventude até hoje… Yuda não se permitiu errar nem mesmo 1 Milímetro!”

Sério, cês não tem noção do quanto eu amei esse flashback. Shima pode não ser muito bom em desenvolver os personagens conforme a obra anda, mas esse aprofundamento que ele dá com flashbacks é ótimo. E eu adoro o Yuda, então foi perfeito AUSHAUSHAUHSUAH
Toda a motivação pelo lance do 1 milímetro. Boa pra caralho.

8

De volta à competição, Yuda percebe que as folhas do Leafish são compostas de várias membranas bem finas, e inicia sua “preparação” com o Ishoku Dougen: Ashura Mai. Essa é uma puta técnica com facas onde Yuda realiza uma sequência FODIDAMENTE rápida de cortes a seu redor. Porém, Condor já terminou seu peixe. Ele diz que cada escama tem 100 membranas de 0,1 milímetros e que é impossível cortar todas elas. Condor canta vitória enquanto o lado de Yuda da gangorra chega cada vez mais perto das chamas. Porém a gangorra subitamente para.
Yuda diz que é verdade que ele jamais conseguiria preparar o Leafish a tempo, e por isso ele fez uma preparação diferente. E a gangorra começa a mudar de… lado? Sei lá USHAUHSAUH O lado do Yuda começa a subir.

9

Yuda usou o Ashura Mai pra cortar a bolha de gravidade de maneira que ela puxasse tudo pra cima. Yuda diz que o preparo espaço de cozinha é importante, e ele esteve preparando esse espaço para que não errasse nem mesmo por 1 milímetro.
O chef humano diz que os 3000 de confiança de Condor o levaram à um erro enorme, e que ele conseguiu cortar o espaço ao encontrar finas “linhas de mundo” dentro da bolha. Linhas de apenas 1 milímetro.

10

Condor perde a disputa, afundando diretamente na Fornalha Espiritual.

Yuda ganhando a competição de uma maneira MUITO foda. Eu já falei isso várias vezes, mas não custa repetir: QUE CAPÍTULO INCRÍVEL!
E vocês, curtiram tanto quanto eu? Se sim, deixem seu comentário. Se não, deixem o comentário também, mas vão se tratar depois AUSHAUSHAUHSUAHSUAH
Yuda mito, e até o 335 o/

Vakinha Patreon Assinatura La Basura Meta Sônicos The Wolfstorm Instagram

Rhafael Baes

11751052_814548295309315_1790840114_n

Fã de séries, mangás, livros, filmes e estudante de Direito nas horas vagas. Adora história, super-heróis e livros de fantasia, tendo o sonho de escrever um livro seu algum dia. Ainda tem esperanças de poder “surfar” numa Hoverboard de De Volta Para o Futuro.

Deixe seu comentário

Tags

Relacionados